Repercussão no mundo da morte de Chávez

O cineasta norte-americano Oliver Stone, que produziu um filme sobre o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, e seus aliados da esquerda, escreveu em sua conta no Twitter que o líder bolivariano foi "um grande herói para a maioria de seu povo e aqueles que lutam em todo o mundo".

Agência Estado

06 de março de 2013 | 01h46

Já o ministro britânico das Relações Exteriores, William Hague, enviou condolências à Venezuela e à família de Chávez, ao dizer que ele "deixou uma impressão duradoura sobre o país e mais amplamente durante seus 14 anos como presidente".

Por sua vez, o primeiro-ministro canadense, Stephen Harper, disse esperar que a morte de Chávez traga a esperança de um futuro melhor ao povo venezuelano. "Neste momento chave, espero que o povo da Venezuela possa agora construir para si um futuro melhor, mais brilhante com base nos princípios da liberdade, democracia, Estado de direito e respeito aos direitos humanos", disse Harper, em nota. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
VenezuelaChávezmundo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.