Repórter dos EUA é sequestrado perto da fronteira turca

O jornalista americano James Foley, de 39 anos, está desaparecido na Síria depois de ter sido sequestrado, há seis semanas, perto da fronteira com a Turquia. A informação foi revelada ontem pela família de Foley. Veterano de várias coberturas em zonas de conflito no Oriente Médio, como no Iraque e na Líbia, o repórter escrevia para a agência France Presse e site internacionais, como o Global Post.

O Estado de S.Paulo

03 de janeiro de 2013 | 02h06

Nenhum grupo reivindicou a autoria do sequestro de Foley e não há notícias sobre seu paradeiro. "Ele é um jornalista profissional, alguém totalmente neutro nesse conflito", disse o presidente da AFP, Emmanuel Hoog. / AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.