Repórteres sem Fronteiras denunciam censura na guerra

A organização Repórteres sem Fronteiras (RSF) alterou sua página na Internet (http://www.rsf.org) por conta do início da guerra no Iraque, para denunciar ?hora a hora, os atentados cometidos contra a liberdade de imprensa pelos diferentes protagonistas do conflito?. A RSF oferecerá um relato a respeito de sob quais condições os meios de comunicação vêm cobrindo a guerra no Iraque.A organização faz críticas (à proibição das autoridades kuwaitianas de dar informações a jornalistas israelenses), apresenta informes (entre eles, sobre a repressão do regime de Saddam Hussein contra os meios de comunicação iraquianos) e documentos, como o ?Ground Rules Agreement? (acordo de regras básicas), as cinqüenta normas que os jornalistas incorporados às forças americanas concordaram em obedecer.Veja o especial :

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.