Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Representante da Política Externa da UE visitará a Síria

O representante da União Européia para a Política Externa, Javier Solana, disse nesta sexta-feira, 9, que viajará à Síria na próxima semana para discutir a crise no Líbano. A visita surpresa será a primeira de um alto-oficial europeu em Damasco em mais de dois anos."Visitarei o Líbano, Arábia Saudita e depois vou para a Síria", disse Solana durante um encontro entre líderes da UE, em Bruxelas. Sua porta-voz, Cristina Gallach, afirmou que Solana visitará Riade na próxima segunda e Beirute na terça.O assassinato do primeiro-ministro sírio Rafik Hariri, há dois anos, deixou muitos europeus inconformados e marcou o fim das relações entre Damasco e Bruxelas. Desde 2004, nenhuma delegação européia visita o país.A UE criticou repetidamente a Síria por estar na posição de "desestabilizadora" da situação no Líbano, apoiando o Hezbollah, o grupo de libaneses xiitas que combatem as forças de segurança de Israel e os quais foram responsáveis pela renúncia do primeiro-ministro do Líbano, Fouad Siniora.Um comunicado divulgado na sexta-feira pela EU expressou a opinião do bloco pela defesa da soberania do Líbano, integridade territorial e independência.O presidente da França, Jacques Chirac, disse que apóia a decisão da missão de Solana. "Ele deixa uma clara mensagem de consenso, de que a voz da Europa é uma só, e ele fala por todos", disse Chirac.Gallach afirmou que Solana falará como povo sírio sobre serem "uma construtiva e estabilizadora influência para o Líbano".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.