Representantes de Índia e China discutem fronteira

A Índia e a China retomaram neste domingo as negociações para solucionar uma antiga disputa fronteiriça que em 1962 causou uma guerra breve, mas sangrenta, informou a imprensa indiana."As negociações avançam na direção correta", informou a agência de notícias Press Trust of India ao mencionar declarações do conselheiro indiano de segurança nacional, M. K. Narayanan.A sétima rodada de contatos com o objetivo de superar o impasse nas negociações começou no sábado em Nova Délhi. Neste domingo, os delegados chineses e indianos seguiram para a estância turística de Kumarakom, em Kerala, no sul da Índia, para dar seqüência ao diálogo."Nossa intenção é tirar as negociações da paralisia. Seria desonesto dizer que tudo será resolvido agora", disse Narayanan a jornalistas depois de uma reunião com o vice-chanceler chinês Dai Bingguo. Segundo a agência de notícias, Dai visitou no sábado em Nova Délhi o primeiro-ministro da Índia, Manmohan Singh. Os dois países travaram a guerra pela fronteira em 1962. As relações entre Pequim e Nova Délhi continuaram estremecidas até poucos anos atrás, quando os dois governos decidiram ampliar as relações comerciais.A nova rodada de negociações deve terminar entre este domingo e a próxima segunda-feira. A sessão mais recente ocorreu em setembro do ano passado na China.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.