Repressão a protesto deixa 1 morto e fere 10

Forças de segurança turcas mataram uma pessoa e feriram outras dez ontem no vilarejo de Kayacik, na Província de Diyarbakir, quando abriram fogo contra um grupo que protestava contra a construção de um novo posto de segurança na região dominada pelos curdos. Segundo autoridades locais, o incidente foi o mais violento na região desde uma declaração de cessar-fogo feita por Abdullah Ocalan, líder do grupo rebelde Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), em março.

O Estado de S.Paulo

29 Junho 2013 | 02h09

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.