Repressão a protestos deixa 25 mortos

Pelo menos 25 opositores do presidente Bashar Assad foram mortos ontem na Síria durante mais um dia de manifestações pela renúncia do líder, denunciaram ativistas dos direitos humanos. Na cidade de Homs, opositores exigiram que o governo de Damasco seja suspenso da Liga Árabe na reunião que a entidade realiza hoje no Cairo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.