Repressão de protesto deixa adolescente morto

A polícia da cidade de Haimen, na Província de Cantão, lançou bombas de gás lacrimogêneo e golpeou manifestantes que tinham invadido um prédio estatal para protestar contra a construção de uma termoelétrica que consideram contaminante. Um jovem de 15 anos foi morto na repressão. Haimen encontra-se a 115 km da localidade de Wukan, onde ocorreram grandes protestos contra desapropriações.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.