Repressão saudita ao terrorismo levou a 124 prisões

O ministro do Interior da Arábia Saudita, príncipe Nayef, disse que a polícia prendeu 124 pessoas durante a recente repressão ao terrorismo no reino, informa a agência de notícias do governo. Autoridades sauditas lançaram uma extensa caçada humana pelo país após os ataques de 12 de maio em Riad, que mataram 34 pessoas, e uma batida realizada no dia 14 de junho contra uma suposta célula terrorsta acusada de planejar ataques contra a cidade sagrada de Meca.Os presos, segundo o ministro, estão sendo interrogados. As autoridades sauditas dizem ter confiscado centenas de explosivos e metralhadoras, entre outras armas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.