República Centro-Africana designa premiê muçulmano

O presidente interino da República Centro-Africana designou um político muçulmano como novo primeiro-ministro do país.

AE, Estadão Conteúdo

10 de agosto de 2014 | 23h26

A escolha de Mahamat Kamoun, de 53 anos, foi anunciada no domingo por meio da rádio estatal, dias depois que seu antecessor renunciou como parte de uma reestruturação do governo.

Um porta-voz do grupo miliciano cristão Anti-Balaka disse que espera que a mudança traga estabilidade e paz ao país depois de meses de violência sectária.

Porém, um líder rebelde muçulmano expressou insatisfação com a eleição e disse que Kamoun não os representa.

A maioria dos muçulmanos que vivem na capital do país fugiram no início deste ano para salvar suas vidas em meio a uma onda de assassinatos nas ruas de Bangui.

Em dezembro de 2013, combatentes cristãos atacaram a capital, dando início a uma violência sem precedentes depois de dez meses de controle brutal por parte de rebeldes muçulmanos. Fonte: Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.