República Dominicana já registra quatro casos de contaminação por cólera

Autoridades intensificaram controle da fronteira e adotaram medidas de desinfecção para frear surto

Efe

22 de novembro de 2010 | 18h34

SANTO DOMINGO - Os casos de cólera na República Dominicana subiram para quatro, com uma nova confirmação na capital, Santo Domingo, informou nesta segunda-feira, 22, o Ministério da Saúde Pública do país, que garantiu que os pacientes contaminados se encontram estáveis.

Uma mulher de 20 anos, moradora da província de Santo Domingo, foi o último registro da doença, confirmou à Agência Efe um porta-voz do ministério. A primeira vítima dominicana foi um haitiano, Wilmo Louwe, após retornar de uma viagem a seu país.

Em um mês, a epidemia já registrou 1.344 mortes e deixou 56.901 pessoas contaminadas no Haiti. Na semana passada, as autoridades dominicanas intensificaram o controle fronteiriço para frear a passagem do surto, e adotaram medidas que incluem dispositivos de desinfecção de veículos e pessoas, controle na fronteira, instalação de latrinas e pias, e campanhas de informação e conscientização.

Tudo o que sabemos sobre:
cóleraHaitiRepública Dominicana

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.