Republicano admite derrota e democratas garantem maioria

O senador George Allen, do Partido Republicano, reconheceu oficialmente sua derrota na tentativa de se reeleger pelo Estado americano da Virgínia e cumprimentou seu adversário, Jim Webb, do Partido Democrata (de oposição ao presidente George W. Bush). Webb venceu a eleição com uma diferença de apenas 7.236 votos. A admissão de derrota por Allen elimina a necessidade de uma recontagem dos votos e consolida a maioria do Partido Democrata no Senado dos EUA (51, frente a 49 republicanos). Com isso, os democratas passam a controlar as duas Casas do Congresso. Pela lei, Allen poderia ter pedido uma recontagem dos votos na Virgínia, pois a diferença entre os dois candidatos não chega a 1% dos mais de 2,3 milhões de votos. O senador republicano disse, no entanto, que não queria causar "rancor" com uma apuração que poderia se estender até o Natal e que, segundo sua opinião, "não mudará o resultado". No Capitólio, Harry Reid, líder dos democratas no Senado, disse que "chegou o momento de colaboração entre os partidos, de um governo transparente e de resultados". "Achamos que este país falou de maneira alta e clara, e trabalharemos em favor de metas como a reforma da saúde pública, a independência energética e a educação", afirmou Reid, que liderará a maioria na Câmara Alta a partir de janeiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.