Republicano diz que guerra no Iraque foi um erro

Um destacado deputado republicano rompeu com seu partido nos últimos dias de seu mandato e disse que foi um erro a decisão do presidente George W. Bush de lançar uma guerra contra o Iraque, e que a situação no país árabe transformou-se numa "confusão cara e perigosa". "Cheguei à conclusão, agora que estão sendo reveladas a inteligência inadequada e as conclusões errôneas, que... foi um erro lançar aquela ação militar", escreveu o deputado Doug Bereuter numa carta a seus eleitores. "O que falta ser esclarecido agora é se a inteligência foi intencionalmente montada para justificar a ação militar", acrescentou.Bereuter é integrante do Comitê de Relações Internacionais da Câmara dos Representantes e vice-presidente do Comitê de Inteligência. Ele vai renunciar depois de 13 mandatos para tornar-se presidente da Fundação Ásia, em 1º de setembro. A carta, enviada aos eleitores que o contataram sobre a guerra, foi divulgada hoje pelo Lincoln Journal Star.Em 2002, Bereuter defendeu uma resolução na Câmara autorizando o presidente Bush, também republicano, a ir à guerra. Bush continua a argumentar que a guerra foi justificada porque Saddam Hussein representava uma ameaça para os Estados Unidos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.