Republicano e democrata iniciam briga presidencial nos EUA

Um democrata e um republicano começaram a corrida eleitoral pela Presidência dos Estados Unidos neste domingo. O senador republicano John McCain disse que está se preparando para apresentar sua candidatura nas primárias de seu partido em 2008, mas esclareceu que não tomou uma decisão final sobre o assunto. O senador democrata Joseph Biden também afirmou que pretende apresentar-se à candidatura de seu partido para as eleições. Por outro lado, o também democrata Russell Feingold anunciou que não proporá seu nome nas primárias do partido, em carta enviada a seus partidários e que divulgou no site de sua campanha eleitoral. Logo após a conclusão das eleições legislativas na terça-feira da semana passada, os candidatos a suceder o presidente americano, George W. Bush, na Casa Branca começaram a se movimentar. McCain é um dos nomes mais mencionados entre os republicanos. Em entrevista no canal de televisão NBC, o senador disse que ainda não decidiu sua apresentação. No sábado, fontes republicanas anônimas disseram a vários meios de comunicação dos EUA que McCain colocará em andamento na próxima semana um "comitê exploratório", como se denomina legalmente, para analisar as possibilidades de apresentar-se como candidato presidencial na próxima semana. No Partido Republicano, o governador de Massachusetts, Mitt Romney, e o ex-prefeito de Nova York Rudolph Giuliani estudam se sairão candidatos às eleições. Entre os democratas, o governador de Iowa, Tom Vilsack, anunciou na quinta-feira que pretende conseguir a candidatura de seu partido. Entre seus oponentes, além de Biden, podem estar os senadores Barack Obama e Hillary Clinton.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.