REUTERS/Jim Young
REUTERS/Jim Young

Republicano Marco Rubio deve perder nas primárias da Flórida, seu Estado natal

Pesquisa aponta que 90% dos analistas políticos consultados acreditam que o senador perderá em seu próprio território, sendo derrotado pelo empresário Donald Trump

O Estado de S. Paulo

04 de março de 2016 | 09h05

MIAMI - Senador pela Flórida e pré-candidato à presidência dos EUA pelo Partido Republicano, Marco Rubio perderá as eleições primárias de seu Estado natal segundo 90% dos analistas políticos consultados pelo jornal Tampa Bay Times. Na mesma proporção, eles acreditam que o escolhido pela legenda para participar da corrida à Casa Branca será o empresário Donald Trump.

Mais de 80% dos 159 políticos entrevistados disseram que o senador pela Flórida deve suspender sua campanha caso perca em seu Estado, onde no dia 15 de março os concorrentes republicanos disputarão o apoio de 99 delegados visando a convenção nacional que definirá quem será o candidato presidencial do partido.

Rubio, que das eleições primárias estaduais realizadas até agora ganhou apenas em Minnesota, disputa a indicação republicana com Trump - que lidera com uma grande vantagem -, com o senador pelo Texas Ted Cruz, com o governador de Ohio, John Kasich, e com o neurocirurgião Ben Carson.

A pesquisa divulgada na quinta-feira pelo Tampa Bay Times incluiu 59 democratas, 90 republicanos e 10 independentes.

"Trump vai nocautear Rubio em 15 de março e isso custará a Rubio a oportunidade de concorrer a governador em 2018 após ser envergonhado em seu Estado natal", afirmou um dos republicanos ouvidos.

Uma pesquisa recente da Universidade de Quinnipiac revela que Trump, líder indiscutível na corrida pela candidatura presidencial republicana para as eleições de novembro, conta com 44% de apoio, contra 28% de Rubio.

Dois terços dos entrevistados disseram que não seria prudente para o governador Rick Scott apoiar publicamente Trump, que venceu em 7 dos 11 estados que tinham disputas republicanas na chamada Superterça.

"As vitórias de Cruz e Rubio só beneficiam Trump, já que os mantêm na corrida e dividem o voto contra ele", afirmou outro entrevistado, que antes de apoiar Trump estava a favor de Jeb Bush, o qual desistiu da campanha no dia 20 de fevereiro em razão de resultados ruins. /EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.