Republicanos advertem sobre plano para imigração

Legisladores republicanos dos Estados Unidos criticaram os planos do presidente Barack Obama de adotar medidas unilaterais para alterar o sistema de imigração do país. Eles também advertiram que buscarão formas de impedir que essas mudanças entrem em vigor.

AE, Estadão Conteúdo

16 de novembro de 2014 | 21h09

Embora não possa fazer muita coisa para impedir o presidente de levar seu plano adiante, o Congresso pode usar seu poder mais à frente, disse o senador Roger Wicker, do Mississippi. "Não vamos fornecer dinheiro do contribuinte para colocar a medida em vigor", disse Wicker em entrevista ao programa de TV Fox News Sunday. Para o senador, Obama está alimentando um clima de "desconfiança e confrontação" em Washington.

Obama deve anunciar em breve ações executivas para alterar o sistema de imigração do país. As mudanças preveem, entre outras coisas, a emissão de vistos de trabalho para milhões de imigrantes ilegais que têm ligações profundas com o país, o que evitaria sua deportação.

Os republicanos criticaram tanto o timing como a medida em si, dizendo que Obama deveria esperar até o ano que vem e trabalhar em conjunto com o novo Congresso para reformar o sistema de imigração.

Já os democratas continuam apoiando o presidente. Segundo eles, o republicano John Boehner, presidente da Câmara dos Representantes, teve ampla oportunidade de atuar em uma revisão da imigração aprovada pelo Senado. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAOBAMAIMIGRAÇÃO

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.