Republicanos bloqueiam escolha de Obama para agência

Os senadores democratas fracassaram nesta terça-feira em confirmar uma escolha do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, para participar do corpo dirigente da Agência Nacional das Relações Trabalhistas (NLRB, na sigla em inglês) do governo americano, após dois dos parlamentares democratas terem se juntado aos republicanos em voto contrário.

AE-AP, Agencia Estado

09 de fevereiro de 2010 | 22h00

Com um sufrágio de 52 votos favoráveis e 33 contrários, os democratas não atingiram os 60 votos necessários para a nomeação automática do advogado trabalhista Craig Becker para o cargo. A votação foi vista como um retrocesso para os sindicatos americanos e o trabalho organizado, que contavam com uma forte voz na agência que supervisiona as eleições sindicais e dá pareceres sobre disputas trabalhistas. Para bloquear a nomeação de Becker, os republicanos tiveram o apoio de dois senadores democratas - Ben Nelson e Blanche Lincoln.

Tudo o que sabemos sobre:
EuaSenadoPolítica

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.