Republicanos criticam as férias de Obama

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, começou suas férias nesta sexta-feira com um breve relato do seu assessor mais graduado contra o terrorismo, John Brennan, e também com a Casa Branca rebatendo críticas dos republicanos de que o mandatário abandonou seus deveres ao sair para descansar.

AE, Agência Estado

19 de agosto de 2011 | 15h47

A Casa Branca divulgou uma fotografia de Obama, vestindo uma camisa de golfe durante o breve encontro com Brennan, aparentemente tentando calar os críticos. O conteúdo da discussão entre Obama e Brennan não foi divulgado. A Casa Branca também disse que Obama recebeu um informe da sua equipe econômica.

"O presidente dos Estados Unidos é sempre o presidente dos EUA, esteja onde estiver. É isso que o povo americano espera e é este o trabalho que ele está fazendo", disse Joshua Earnest, porta-voz de Obama.

Obama está em férias com a família em uma ilha no litoral de Massachusetts. A ex-governadora do Alasca, Sarah Palin, disse à Fox News que as férias de Obama parecem às de um "surdo, muito surdo" em uma época de preocupações sombrias e profundas com a economia.

"Eu acredito que ele escutará de muitos americanos que precisa voltar antes para Washington. Eu penso que ele esconderá a cabeça na areia da praia de Martha''s Vineyard", disse o pré-candidato republicano à presidência dos EUA, Mitt Romney. "Se você é presidente dos EUA e o país está em crise, e nós vivemos no momento uma crise grave de desemprego, você não sai de férias" afirmou Romney.

As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.