Republicanos ganham apoio em questões importantes

O Partido Republicano dos Estados Unidos está ganhando apoio popular em relação a varias questões importantes relacionadas ao governo do país, à medida que os norte-americanos se preocupam com os próximos passos do país na Síria. A pesquisa realizada pelo The Wall Street Journal e pela NBC News também mostra que os cidadãos estão cautelosos em relação à direção geral do país.

AE, Agência Estado

16 de setembro de 2013 | 03h49

Na recente pesquisa, os republicanos estão mais bem avaliados que os democratas quando os entrevistados são questionados sobre como lidar com a economia e a política externa. A liderança do Partido Republicano se fortaleceu em várias outras questões, incluindo como lidar com o déficit federal e como garantir uma defesa nacional forte.

Em temas como cuidados de saúde, os democratas têm visto a sua vantagem cair para níveis nunca vistos nos últimos anos.

O levantamento também reflete o descontentamento com a situação econômica. Apenas 27% dos americanos acham que a economia vai melhorar no próximo ano, o menor nível desde julho de 2012, enquanto quase dois terços dos entrevistados acham que o país está no caminho errado.

A inclinação do público em várias questões a favor do Partido Republicano, especialmente entre os independentes, fica evidente com a aprovação de 45% do presidente norte-americano, Barack Obama , um patamar tênue para um líder que busca construir o apoio sobre uma possível ação militar na Síria, uma proposta de revisão da lei de imigração e o orçamento.

"Não há dúvidas de que um presidente com aprovação abaixo de 45% começa a ter um pouco mais de dificuldade com o púlpito", avaliou Bill McInturff, pesquisador republicano que conduziu a pesquisa com os pesquisadores democratas Fred Yang e Peter Hart.

A aprovação dos democratas caiu à medida que a Casa Branca tem lidado com vários desafios, incluindo a oposição generalizada à intervenção militar na Síria e as revelações sobre a espionagem do governo em comunicações privadas.

Em relação à política externa os republicanos sustentam 7 pontos de vantagem. A legenda também é vista como a melhor em lidar com o déficit federal e da economia.

O levantamento foi feito com 1.000 norte-americanos e aponta para alguns desafios para os democratas, já que eles tentam manter a sua maioria no Senado e trabalham para ganhar mais vagas na Câmara em 2014.

Obama enfrenta o crescente descontentamento mesmo dentro de sua base política. A sua aprovação entre todos os democratas caiu para 78%, de alta de 88% em janeiro. Fonte: Dow Jones Newswires.

Mais conteúdo sobre:
euarepublicanospesquisa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.