Republicanos rejeitam mensagem econômica de Obama

Os republicanos rejeitaram as afirmações do presidente democrata Barack Obama, em seu discurso do "Estado da União", de que suas políticas ajudaram a recuperar a economia dos EUA. Ao contrário, argumentaram que a Casa Branca só "piorou as coisas" durante os últimos três anos.

DOW JONES, Agência Estado

25 de janeiro de 2012 | 04h13

O governador de Indiana, Mitch Daniels, que foi visto como um potencial rival para Obama nas eleições de novembro, disse, em resposta oficial do Partido Republicano, que o porcentual de pessoas trabalhando é o menor em décadas, enquanto os gastos federais estão fora de controle.

"O grandioso experimento do presidente em três anos de governo tem retido em vez de acelerar a recuperação econômica", disse Daniels. "Ele parece sinceramente acreditar que nós podemos construir uma classe média a partir de empregos públicos pagos com dólares emprestados. Na verdade, isso funciona de outra maneira: um governo tão grande e autoritário como este é mantido sobre as costas da classe média, e por aqueles que esperam entrar nela."

Para o presidente da Câmara, John Boehner, estava claro desde o início do discurso que o presidente Obama decidiu fazer uma campanha divisionista. "O presidente lamentavelmente virou a culpa para a divisão, quando o que é necessário é um esforço conjunto para promover a criação de empregos nas pequenas empresas", afirmou Boehner.

Representantes republicanos no Senado disseram que, apesar da longa lista de propostas políticas detalhadas no discurso de Obama, houve poucas novidades. "É a mesma velha lista de desejos, mas uma coisa ele não falou: sobre como vai criar empregos para as pessoas sem aumentar os impostos", comentou o senador do Texas John Cornyn.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAObamaEstado da Uniãorepublicanos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.