Resgatados 114 sobreviventes de naufrágio na Indonésia

Embarcações da marinha indonésia resgataram 114 sobreviventes do naufrágio de uma embarcação que afundou em meio ao mar revolto do leste do País. Entretanto, não havia sinais das dezenas de pessoas consideradas desaparecidas depois do acidente, disseram membros das equipes de resgate.Familiares preocupados reuniram-se no Porto de Kupang para receber os sobreviventes, levados por dois navios da marinha. Alguns precisaram de tratamento médico depois de passar a noite flutuando sobre destroços ou com a ajuda de coletes salva-vidas, disseram testemunhas.Outro sobrevivente disse à agência de notícias Antara que havia coletes salva-vidas suficientes para todos a bordo e houve tempo hábil para que se preparassem para o naufrágio. A informação é apontada como um motivo provável para o alto número de pessoas resgatadas.Apesar dos 114 sobreviventes, cerca de 45 passageiros que deveriam estar na embarcação são dados como desaparecidos, disse uma agente indonésia.As operações de resgate foram suspensas ao cair da noite e serão retomadas na quinta-feira pela manhã, disse outro agente engajado nas operações.O navio Citra Mandala Nahari viajava com mais passageiros do que o oficialmente registrado, uma prática comum entre as milhares de embarcações que navegam pela Indonésia, a maior nação insular do planeta.A embarcação ia de Kupang, na porção ocidental da ilha de Timor, com destino a Rote quando começou a ser atingido por ondas de mais de três metros de altura, disse um porta-voz da marinha. O capitão tentou conduzir a embarcação de volta ao porto, mas não conseguiu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.