Resgate de iate deixa 3 mortos na Somália

Um refém e dois piratas foram mortos em operação realizada por militares franceses.

BBC Brasil, BBC

10 de abril de 2009 | 15h54

Um refém morreu e quatro foram libertados na operação de resgate de um iate que havia sido tomado por piratas na costa da Somália, segundo o governo francês.

Na operação relizada por militares franceses nesta sexta-feira, dois piratas também foram mortos e três, capturados, ainda de acordo com o relato de autoridades da França.

Os reféns eram dois casais e uma criança. Eles estavam em poder de piratas desde a semana passada.

Ainda não há informações sobre que refém foi morto, mas a criança estaria entre os salvos.

Cargueiro

De acordo com autoridades francesas, o iate estava descendo a costa da África em direção a Zanzibar, na Tanzânia, e havia sido repetidamente aconselhado a não passar pelo Golfo de Áden - onde abordagem ocorreu.

"É difícil de entrender por que os avisos não foram obedecidos", disse Eric Chevallier, porta-voz do governo francês.

A área tem sido cenário de vários ataques de piratas. O mais recente foi a tomada do cargueiro Maersk Alamaba.

O Maesrk Alabama foi retomado por forças americanas na quinta-feira, mas o capitão continua em poder de piratas em um bote salva-vidas.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Tudo o que sabemos sobre:
piratariasomaliafrança

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.