Resgate de mineradores começa na quarta e deve durar dois dias

'Esperamos que na sexta-feira eles estejam fora', disse o ministro de Mineração do Chile; 33 trabalhadores estão soterrados há 64 dias

Efe,

09 de outubro de 2010 | 21h43

SANTIAGO - O resgate dos 33 mineradores soterrados desde 5 de agosto em uma mina no norte do Chile começará na próxima quarta-feira e durará dois dias, anunciou neste sábado, 9, o ministro de Mineração, Laurence Golborne.

 

Veja também:

linkPerfuradora alcança mineradores presos

linkPerfurador do Afeganistão veio ajudar na operação

linkAnsiosos na mina de San José, à espera de 33 mineiros

especialESPECIAL: Veja como será o resgate

especialOs piores acidentes em minas

 

"Esperamos que na sexta-feira eles estejam fora" da mina, declarou Golborne nas proximidades do local, onde neste sábado os técnicos, ajudados pelos próprios mineradores soterrados, realizaram uma explosão controlada para alargar o túnel por onde eles serão resgatados.

 

O ministro da Saúde, Jaime Mañalich, destacou que primeiramente serão resgatados de quatro a seis trabalhadores mais hábeis, depois cerca de 10 com a saúde mais fragilizada e, por último, os mais Fortes.

 

A operação mantém esperançosos os 33 trabalhadores soterrados há 64 dias, acrescentou Máñalich.

 

O ministro de Mineração afirmou que uma vez que a máquina Schramm T-130 fez contato com o local onde estão os mineradores, a escavadeira do plano A teve seus trabalhos interrompidos, enquanto a enorme sonda petrolífera do plano C segue trabalhando, já tendo alcançado 422 metros.

 

Por sua vez, o chefe das operações de resgate, André Sougarret, explicou que o revestimento do poço será realizado nos primeiros 96 metros, garantindo a segurança da operação e, ao mesmo tempo, economizando tempo.

 

A primeira-dama do Chile, Cecilia Morel, transmitiu "em nome do Governo e dos 17 milhões de chilenos o grande orgulho por uma equipe tão ética, profissional e que tem consideração com as famílias", em referência aos especialistas e operários encarregados do resgate.

 

Ela não confirmou se o presidente, Sebastián Piñera, estará no local no dia do início do resgate, mas disse que ele "está tão envolvido nesta operação" que seu desejo é estar junto aos mineradores nesse momento.

Tudo o que sabemos sobre:
ChileMineirosResgateMineiros no Chile

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.