Resgate encontra 191 sobreviventes de naufrágio na Indonésia

As equipes de resgate e os pescadores voluntários que participam da busca de passageiros do navio que naufragou na última sexta-feira entre as ilhas de Bornéu e de Java localizaram 191 sobreviventes do acidente, mas outros 400 ocupantes da embarcação continuam desaparecidos.Um grupo de 35 sobreviventes chegou nesta segunda-feira, 1º, a Tuban, que fica cerca de 600 quilômetros a leste de Jacarta, que, junto com Rembang, que fica 80 quilômetros a oeste da capital, são os dois portos javaneses de onde as operações de salvamento partem.Segundo o ministro de Transportes indonésio, Hatta Radjasa, o navio Senopati Nusadua transportava 542 passageiros, 57 tripulantes e 29 motoristas de ônibus ou caminhões com seus veículos no momento do acidente.Radjasa informou que 191 sobreviventes foram localizados. Alguns estavam a salvo em Tuban e em Rembang e outros foram encontrados em ilhotas, flutuando no mar ou em botes salva-vidas.A embarcação tinha dois barcos e 47 botes salva-vidas com capacidade para 1.175 pessoas, além de 1.125 bóias.De acordo com as autoridades, a embarcação de 2.178 toneladas e com capacidade para 800 pessoas foi construída em 1990 e passou por uma revisão completa em 2006.Mesmo assim, o navio, proveniente de Kumai (Bornéu), não suportou o temporal que enfrentou quando se aproximava de seu destino, o porto javanês de Semarang.Os naufrágios são freqüentes na Indonésia, nação formada por mais de 18 mil ilhas e com uma população de 240 milhões de habitantes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.