Resgate tenta retirar mais de 200 presos em mina na África do Sul

Trabalhadores invadiram local abandonado; até o momento, não há feridos

Agência Estado,

16 de fevereiro de 2014 | 10h29

Mais de 200 trabalhadores estão presos dentro de uma mina ilegal de ouro na África do Sul, informaram equipes de emergência neste domingo, 16.

"Nós temos comunicação com cerca de 30 mineiros presos. Eles nos disseram que debaixo deles há outros 200", afirmou o porta-voz Werner Vermaak, funcionário do serviço de emergência ER24, que está trabalhando no resgate.

'É uma mina abandonada no meio de campos abertos... Não era um área bloqueada', ele acrescentou.

Até o momento, não há mineradores feridos e equipamentos foram trazidos para tentar remover as pedras que obstruem o eixo da mina.

Minas ilegais abandonadas e acidentes fatais são comuns na África do Sul, onde muitos trabalhadores tentam encontrar minérios para vender, e, muitas vezes, sob condições perigosas e precárias. Os mineradores ilegais, às vezes, também invadem as que estão ativas.

Em 2009, ao menos 82 homens morreram depois de uma incêndio em uma mina na África do Sul.

(Fonte: Dow Jones Newswires e AP)

 
Tudo o que sabemos sobre:
África do Sulminatrabalhadores

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.