Resposta à crise eleva popularidade de premiê britânico

A popularidade do primeiro-ministro britânico, Gordon Brown, cresceu pelo modo com que ele lidou com a crise econômica, indica pesquisa divulgada hoje pelo jornal The Independent, que mostra que 31% dos consultados prefere o principal partido de Brown, o Trabalhista. Já para 39%, a melhor sigla para governar o país no momento seria a principal da oposição, o Partido Conservador.O levantamento divulgado pelo jornal mostra que houve um crescimento de 2 pontos percentuais dos Trabalhistas e uma queda também de 2 pontos dos Conservadores, em comparação com uma pesquisa de um mês atrás. A pesquisa foi conduzida pela empresa ComRes, entre 24 e 26 de outubro. A margem de erro é de 3 pontos percentuais, para cima ou para baixo. Segundo o The Independent, caso os níveis da última pesquisa se repetissem em uma eleição, nenhum partido conseguiria uma maioria absoluta no Parlamento. A Grã-Bretanha foi a primeira grande economia a comprar boa parcela de bancos em crise, uma medida depois adotada pelos Estados Unidos e por outros países europeus.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.