Resposta iraniana inclui 100 perguntas, "sinais claros e positivos"

A resposta do Irã às propostas apresentadas pelo Conselho de segurança da ONU para a suspensão de seu programa nuclear possui "sinais claros e positivos", e uma lista com 100 perguntas, segundo agências locais. O porta-voz do ministério iraniano de Assuntos Exteriores, Hamid Reza Asefi, assegurou nesta quarta-feira que "se as partes que ofereceram as propostas (Conselho de Segurança da ONU mais Alemanha) se fixarem em qualquer um dos sinais claros e positivos da resposta do Irã, o caso nuclear iraniano será resolvido sem tensões e através do diálogo".Segundo a agência de notícias estatal iraniana IRNA, Hamid descreveu a proposta do Irã como "completa e integrada", e explicou que no texto entregue aos membros do Conselho de Segurança também estão incluídos "os pontos de vista da República e várias perguntas". O responsável insistiu que a contestação do Irã, preparada "com rapidez e de forma contida, demonstra nossa boa vontade". A agência de notícias iranianas Fars assegurou que o texto inclui 100 perguntas sobre "as ambigüidades do pacote de propostas". O Conselho de Segurança da ONU deu prazo de até 31 de agosto para o Irã suspender o enriquecimento de urânio e o processamento de plutônio, caso contrário sanções econômicas serão impostas ao país. A resolução foi adotada por quase todos os 15 membros do conselho. Apenas o Catar - o único país árabe entre os atuais membros do Conselho - votou contra.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.