'Ressuscitei em mundo de loucos', diz Fidel

CUBA

, O Estado de S.Paulo

31 de agosto de 2010 | 00h00

O líder cubano Fidel Castro (foto) afirmou que, após a grave doença que o manteve quatro anos afastado da vida pública, ele "ressuscitou" em um "mundo de loucos". As declarações foram feitas durante uma entrevista de cinco horas concedida ao jornal mexicano La Jornada. Fidel disse que, depois que seu estado de saúde melhorou, ele começou a ver com mais clareza os "problemas da tirania mundial".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.