Restaurante de palestinos sofre ataque na Suécia

Um pequeno restaurante de propriedade de uma família palestina numa cidade ao sul da capital, Estocolmo, foi atacado por vândalos e sofreu danos hoje pela manhã, num ato que os proprietários consideram ser de represália aos ataques terroristas nos EUA. Os atacantes quebraram as janelas e escreveram na fachada com spray declarações ofensivas contra os palestinos e muçulmanos, além da sigla "USA" no restaurante de Sodertalje, informou um porta-voz policial. Abboud Assali, que trabalha no restaurante de propriedade de seu tio, disse que os clientes habituais da casa ajudaram os proprietários a consertarem as janelas a tempo de servir o almoço. Ele disse que um pequeno quiosque de seu irmão, que fica do lado de fora do restaurante, também foi atacado. Assali, que nasceu na Suécia, disse que sua família vive no país escandinavo desde 1966 e nunca viu nada similar. Muçulmanos e pessoas de ascendência árabe têm relatado casos de linguagem abusiva e outras formas de agressão desde a última terça-feira, após atentados terroristas aos Estados Unidos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.