Restos de avião seguem para cidade controlada por Kiev

Um trem transportando os destroços do avião da Malaysia Airlines que foi abatido na Ucrânia há cerca de quatro meses partiu neste domingo de uma área no leste ucraniano controlada por separatistas com destino à cidade de Kharkiv, sob domínio de Kiev, informou a agência de notícias russas Interfax.

Estadão Conteúdo

23 de novembro de 2014 | 11h49

Segundo a Interfax, os destroços serão posteriormente levados para a Holanda, que perdeu o maior número de cidadãos no desastre ocorrido em 17 de julho e que está coordenando uma investigação internacional sobre o caso, além de esforços para a identificação das vítimas.

O voo 17 da Malaysia Airlines foi derrubado por um míssil quando viajava de Amsterdã para Kuala Lumpur, numa catástrofe ocorrida numa remota zona de conflito ucraniana controlada por militantes pró-Rússia e que matou todas as 298 pessoas a bordo.

A Ucrânia, os EUA e outros governos ocidentais atribuem o acidente aos separatistas, enquanto Mostrou culpa Kiev.

O trem, que também carrega os restos mortais de algumas vítimas, deve chegar a Kharkiv, maior cidade do leste ucraniano, na noite de hoje, de acordo com agências de notícias russas. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
Ucrâniaaviãodestroços

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.