Resultados abalam políticos republicanos

Praticamente fora da competição até poucos dias atrás, na terça-feira o candidato Rick Santorum ganhou as primárias republicanas de Minnesota, Colorado e Missouri, uma façanha inesperada depois da qual surgem dúvidas quanto à capacidade de Mitt Romney de conseguir o apoio conservador.

NOVA YORK, O Estado de S.Paulo

09 de fevereiro de 2012 | 03h03

Com estes triunfos, Santorum de repente se torna o concorrente direto de Newt Gingrich como principal alternativa a Romney, o mais votado.

Enquanto Gingrich ganhou em apenas um Estado, Santorum agora fatura quatro, incluindo Iowa. Seu desempenho constitui mais uma reviravolta numa disputa cheia de imprevistos para a indicação republicana, na qual os eleitores mudam de opinião entre os candidatos e recusam-se a unir forças para fortalecer qualquer um deles. Tudo isso ocorreu depois que Romney venceu na Flórida e em Nevada, quando parecia que finalmente ele estava no caminho certo para a indicação do partido.

Os resultados de terça-feira abalaram o mundo político, que mais uma vez cometia o erro de acreditar que a corrida republicana à presidência tinha encontrado uma trajetória estável. Mas ainda não está definido se essas derrotas representarão para Romney apenas um embaraço temporário ou um revés permanente.

Apesar da noite decepcionante, Romney passa para a próxima rodada de primárias com muito mais recursos financeiros do que seus adversários numa campanha de alcance nacional, que será coroada pelas 11 eleições da Superterça no dia 6. Mas o entusiasmo pela disputa não será mais exclusivamente dele. O seu rótulo de candidato favorito perdeu um pouco do brilho.

A vitória de Santorum no Missouri foi simbólica. A votação não afetará a distribuição de delegados, que será decidida nas convenções distritais e estaduais perto do fim do ano. Mas na primária do Missouri o número de republicanos participantes foi maior em relação ao caucus de Nevada. Sua vitória no Colorado foi uma autêntica surpresa num Estado que Romney arrebatou com facilidade em 2008. / NYT. TRADUÇÃO DE ANNA CAPOVILLA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.