Resultados finais mostram Kadima à frente em Israel

Os resultados finais das eleições israelenses mostram hoje o moderado Partido Kadima com uma cadeira a mais que o linha-dura Likud. A sigla centrista da ministra de Relações Exteriores, Tzipi Livni, conseguiu 28 cadeiras, ante 27 do Likud do ex-premiê Benjamin Netanyahu, em um Parlamento de 120 postos. Os números, porém, mostram os partidos da direita com mais espaço, facilitando o trabalho de Netanyahu para formar o próximo governo como primeiro-ministro. Pelo sistema eleitoral israelense, é possível que o segundo colocado governe, desde que tenha sucesso em realizar uma coalizão estável. Netanyahu se opõe às conversas de paz com os palestinos nas atuais condições, demonstrando por exemplo que não pretende ceder toda a Cisjordânia para um futuro Estado palestino. As visões dele podem se opor às do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama.Já Livni trabalha para tentar formar uma coalizão. Além disso, outra possibilidade é um governo com esses dois partidos juntos, com Netanyahu como primeiro-ministro e o partido de Livni com outros importantes postos na administração.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.