Retirada acusação de terrorismo contra médico

As autoridades australianas retiraram ontem as acusações por terrorismo contra o médico indiano Mohammed Haneef, admitindo que há poucas possibilidades de que tenha ligação com o fracassado atentado com carro-bomba em Londres e Glasgow. Haneef foi preso por dar em 2006 o chip de seu celular a Sabeel Ahmed - um dos médicos detidos pelos fracassados atentados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.