Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Retirada do Iraque agravará problemas no país, diz Cheney

O vice-presidente dos Estados Unidos, Dick Cheney, afirmou na quinta-feira, 1, que uma retirada militar prematura do Iraque agravaria a situação no país no Oriente Médio em geral.Em discurso na Conferência de Ação Política Conservadora, Cheney disse que nesse cenário os elementos que lutam contra as tropas americanas no Iraque passariam a integrar as forças talebans do Afeganistão.O vice-presidente avisou que se as forças da coalizão seretirarem antes que os iraquianos possam se defender sozinhos, as facções extremistas podem tentar assumir o controle do país."Provavelmente a violência se estenderia a todo o país.Experimentando o sabor da vitória no Iraque, buscariam novasmissões. Muitos se dirigiriam ao Afeganistão para lutar junto aos talebans", analisou.Outros, acrescentou, se dirigiriam a países do Oriente Médio para lutar contra governos moderados.Cheney falou ao grupo conservador, após uma viagem pela região que incluiu escalas não anunciadas no Afeganistão e Paquistão.Em seu discurso, o vice-presidente também pediu ao Congresso, controlado pela oposição democrata, que aprove a nova estratégia do presidente George W. Bush, que inclui o envio de mais 21.500 homens ao Iraque.

Agencia Estado,

02 de março de 2007 | 02h19

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.