Retorno de transporte entre Índia e Paquistão traz esperança de paz

Um ônibus deixou nesta quinta-feira a cidade paquistanesa de Lahore rumo à capital indiana, Nova Délhi, interrompendo assim um hiato de 18 meses sem linhas de transportes entre os dois países. A viagem de 530 km, de 12 horas de duração, conta com escolta policial para garantir a segurança dos passageiros. Milhões de indianos e paquistaneses têm parentes do outro lado da fronteira. As viagens de trem e de avião ainda não foram retomadas. Em dezembro de 2001, quando o Parlamento indiano sofreu um atentado, a Índia cortou todas as comunicações com o governo do Paquistão. Na época, os indianos acusaram o vizinho de ter patrocinado os terroristas que executaram o atentado. Desde então, a tensão entre as duas potências nucleares só aumentou. Atualmente, o governo dos dois países, pressionados pela diplomacia internacional, retomaram o diálogo para tentar uma solução pacífica, em especial na região da Caxemira, local de maior tensão entre as duas nações.

Agencia Estado,

11 Julho 2003 | 01h45

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.