Remy de la Mauviniere/AP
Remy de la Mauviniere/AP

Retrospectiva 2011: Adesão palestina à Unesco

Ingresso é parte da iniciativa palestina de buscar adesão plena de Estado junto à ONU

estadão.com.br,

20 de dezembro de 2011 | 10h00

PARIS, 31 DE OUTUBRO - O Estado palestino tornou-se o 195º membro da Unesco - braço da ONU responsável pela cultura, educação e ciência no mundo - no dia 31 de outubro. A adesão dos palestinos à agência foi aprovada por 107 votos a favor e 14 contra. Houve ainda 52 abstenções.

 

Veja também:

blog PARA ENTENDER: A Palestina na Unesco

tabela HOTSITE: A busca pelo Estado palestino

 

O ingresso palestino à Unesco é parte da iniciativa da Autoridade Palestina (AP) para buscar reconhecimento nos órgãos internacionais da ONU, particularmente na Assembleia-Geral. Os Estados Unidos e Israel, que se opõem rigidamente à empreitada sob a alegação de que a criação do Estado palestino deve ser negociada, anunciaram retaliações.

 

Os americanos cortaram a ajuda de US$ 70 milhões enviados anualmente à agência - 22% do orçamento da Unesco. Os israelenses também suspenderam seu auxílio - que corresponde a 3% do recebido pelo órgão ao ano - e ainda anunciaram a construção de novos assentamentos, em represália aos palestinos. A AP, porém, disse que tentará ingressar em outras agências da ONU.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.