Jim Young/Reuters
Jim Young/Reuters

Retrospectiva 2011: Obama apressa retirada de tropas do Afeganistão

Após morte de Osama Bin Laden, presidente americano reduz contingente militar no país

estadão.com.br,

21 de dezembro de 2011 | 00h32

CABUL, AFEGANISTÃO, 22 DE JUNHO - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, declarou em junho que as tropas de seu país haviam atingido seus objetivos no Afeganistão. O democrata, então, estabeleceu prazos para concluir a retirada dos militares americanos do solo paquistanês integralmente até 2014.

 

Veja também:

tabela ESPECIAL: Dez anos de guerra no Afeganistão

especialESPECIAL: Veja a retrospectiva da Internacional
tabela ESPECIAL: Veja a retrospectiva de 2011

 

A medida foi anunciada quase dez anos após o início da guerra e depois da morte do terrorista Osama bin Laden, reduzindo o contingente militar que combate o Taleban no país. Vale lembrar, contudo, que o número de tropas americanas no Afeganistão fora ampliado pelo próprio Obama.

 

O presidente anunciou que 10 mil soldados deixariam o país até o fim de 2011 e que 33 mil retornariam até setembro de 2012. "Este é o início, mas não o fim de nossos esforços para terminar essa guerra", declara Obama. Ainda assim, os EUA mantêm 68 mil homens no Afeganistão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.