Paolo Aguilar/Efe
Paolo Aguilar/Efe

Retrospectiva 2011: Ollanta Humala vence eleições no Peru

Nacionalista sucede governo alinhado aos EUA e promete mais políticas sociais

estadão.com.br

20 de dezembro de 2011 | 10h00

Ollanta Humala apresentou-se como o presidente que cuidaria dos pobres do Peru. Em uma disputa acirrada contra Keiko Fujimori, filha do ex-presidente Alberto Fujimori, saiu vitorioso por uma pequena margem - obteve 51,49% dos votos válidos contra 48,51% da rival no segundo turno do pleito, realizado em 5 de junho.

 

Humala, ex-oficial do Exército, promoveu uma campanha sob a bandeira das reformas sociais. Derrotado nas eleições presidenciais de 2006, desta vez criou uma imagem de candidato moderado, o que lhe garantiu apoio o suficiente para tornar o Peru mais um país sul-americano com governo de esquerda, embora a diferença mínima no número de voto tenha evidenciado a divisão na nação andina.

 

O nacionalista afirmou que trabalharia para converter os ganhos econômicos do Peru - a nação que mais cresceu na América do Sul nos últimos anos - no "grande motor da inclusão social que os peruanos desejam". Mas uma série de denúncias em seu governo no final do ano fizeram com que postos no gabinete fossem trocados e, consequentemente, sua popularidade caísse.

Tudo o que sabemos sobre:
retro2011HumalaPeruAmérica do sul

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.