Efe
Efe

Reunião com líder sul-africano foi de 'grande ajuda', diz Hillary

A chefe da diplomacia americana reiterou seu agradecimento pela 'oportunidade que o presidente Zuma deu'

Efe,

08 de agosto de 2009 | 09h39

A secretária de Estado americana, Hillary Clinton, se reuniu nesta sábado, 8, durante 40 minutos com o presidente da África do Sul, Jacob Zuma, e descreveu posteriormente o encontro como "de grande ajuda".

 

Veja também:

link Queniano oferece animais para se casar com filha de Hillary

 

"O presidente Zuma nos explicou seus pontos de vista sobre assuntos regionais relativos ao Zimbábue, à Somália e ao Sudão e sua assessoria foi extremamente útil", disse Hillary em entrevista coletiva após a reunião, realizada em Durban, na costa leste da África do Sul.

 

A chefe da diplomacia americana reiterou seu agradecimento pela "oportunidade que o presidente Zuma deu" e disse que a visita à África do Sul é uma "ratificação das relações" dos dois países.

 

"O presidente (americano) Barack Obama e o presidente Zuma se reuniram durante a (recente) Cúpula do Grupo dos Oito (G8, que reúne as sete nações mais ricas e a Rússia) e discutiram vários assuntos. Minha visita à África do Sul é para assegurar que suas expectativas sejam cumpridas", afirmou Hillary.

 

Já Zuma explicou que durante o breve encontro com Hillary eles conversaram sobre "a necessidade de transformar as instituições globais de modo que reflitam os interesses de todos os países".

 

A secretária de Estado americana, que chegou à África do Sul após uma visita ao Quênia, a primeira escala de sua viagem africana, irá neste domingo a Angola e depois segue para República Democrática do Congo, Nigéria, Libéria e Cabo Verde, de onde voltará a Washington.

Tudo o que sabemos sobre:
África do SulHillary Clinton

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.