Reunião de cúpula em Açores é um erro, diz cardeal

O enviado papal que na semana passada conversou em Washington com o presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, disse que a reunião entre os líderes norte-americano, britânico e espanhol no arquipélago de Açores é "uma cúpula errada". ?Três países estão se reunindo em Açores. Somente três. Isso é errado", disse o ex-representante diplomático do Vaticano na Organização das Nações Unidas (ONU), cardeal Pio Langhi. Ele pediu ainda que os três países hoje reunidos procurem preservar a paz em vez de preparar a guerra.Langhi advertiu ainda que o papa João Paulo II "fará ouvir com força sua voz se houver uma intervenção armada no Iraque" e disse desejar que a reunião nos Açores "não se transforme no preâmbulo de uma guerra".Suas declarações foram feitas durante uma entrevista ao jornal milanês Corriere della Sera e publicada hoje. Com relação às aspirações de Bush de derrubar Saddam Hussein e instalar um novo regime no Iraque, Langhi foi enfático: "Democratizar um país por meio da guerra é uma utopia."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.