Reunião do FMI preocupa prefeito de Washington

O prefeito de Washington, Anthony Williams, estuda a possibilidade de pedir o adiamento das reuniões anuais do FMI e do Banco Mundial, marcadas para os dias 29 e 30 de setembro na cidade. A informação é do porta-voz da Prefeitura da capital americana, Tony Bullock. Porta-vozes do FMI e do Banco Mundial disseram que é cedo demais para as duas instituições fazerem qualquer declaração a respeito. Recentemente, o chefe da Polícia de Washington, Charles Ramsey, havia dito que eram esperados cerca de 100 mil manifestantes antiglobalização na cidade, por ocasião das reuniões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.