Reunião internacional vai discutir reconstrução do Sudeste da Ásia

No próximo dia seis de janeiro será realizada na Indonésia uma reunião internacional de emergência com o objetivo de obter e canalizar maiores recursos para mitigar os efeitos da catástrofe no Sudeste da Ásia, anunciou nesta sexta-feira o ministro do Exterior da Indonésia, Hassan Wirajuda. O ministro realçou que o encontro também servirá para a comunidade internacional traçar medidas e planos destinados à reconstrução das áreas devastadas pela tragédia, que fez até agora pelo menos 125 mil mortos. Além dos dez países membros da Associação das Nações do Sudeste Asiático (Asean) participarão do encontro China, Índia, Sri Lanka, Japão, Coréia do Sul, União Européia (UE), Estados Unidos, o secretário-geral da ONU, Kofi Annan, o Banco Mundial, a Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Banco Asiático de Desenvolvimento (BAD), acrescentou o chanceler. O chefe de Estado da Indonésia, Susilo Bambang Yudhoyono, presidirá a reunião extraordinária da Asean, organização formada por Brunei, Birmânia, Camboja, Filipinas, Indonésia, Laos, Malásia, Cingapura, Tailândia e Vietnã.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.