Reunião sobre crise nuclear será retomada este mês

A próxima reunião de seis lados sobre o programa nuclear da Coréia do Norte acontecerá no dia 18 deste mês em Pequim, informou nesta segunda-feira a agência Kyodo, que cita fontes oficiais japonesas.Os países participantes acertam os detalhes para o reatamento das conversas suspensas desde o final de 2005, segundo as mencionadas fontes, que indicam que a reunião será anunciada dentro de pouco tempo pela China, país anfitrião do encontro que reúne também as duas Coréias, os Estados Unidos, o Japão e a Rússia.O porta-voz do governo japonês, Yasuhisa Shiozaki, não quis confirmar a data e disse apenas que os outros países preparam a agenda.Em entrevista à Kyodo", Shiozaki comentou, no entanto, que os demais países estão de acordo em não permitir que a Coréia do Norte participe como um "Estado nuclear" nas negociações.Segundo a agência japonesa, são esperados progressos na próxima reunião em relação à reivindicação dos Estados Unidos para que a Coréia do Norte suspenda as operações do reator experimental de 5.000 quilowatts situado em Yongbyon.A reunião de seis lados se estagnou em novembro de 2005, quando Pyongyang decidiu boicotá-la em resposta às sanções econômicas impostas pelos EUA a entidades financeiras norte-coreanas.Após várias tentativas fracassadas de reativar o processo, a Coréia do Norte anunciou, em 1º de novembro, sua disposição de voltar às conversas, com a condição de que se discuta a suspensão das sanções financeiras americanas.Em caso de a sexta rodada acontecer, a Coréia do Norte participaria, pela primeira vez, como país com capacidade nuclear, após realizar seu primeiro teste, em 9 de outubro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.