Revista denuncia ataques de hackers a governo alemão

Governo e empresas da Alemanha foram atacados em grande escala por hackers chineses, informa a edição da revista alemã Der Spiegel deste domingo, citando fontes de inteligência do país.

ANDRÉIA LAGO, Agência Estado

24 de fevereiro de 2013 | 15h17

A ThyssenKrupp sofreu um grande ataque de hackers chineses em meados de 2012, confirmou uma porta-voz da empresa. A European Aeronautics Defence & Space (EADS, na sigla em inglês) informou ao governo alemão que também foi atacada, segundo a Der Spiegel, mas não houve confirmação pela empresa ao questionamento feito pela agência Dow Jones.

Segundo uma porta-voz da agência de inteligência da Alemanha, Bundesamt fuer Verfassungsschutz, o governo alemão e outras instituições federais sofreram mais de mil ataques no ano passado.

A notícia surge após grandes companhias americanas, como Apple e Microsoft, confirmarem que sofreram ataques de hackers. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
alemanhahackerschinainternet

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.