Revista promete novas caricaturas de Maomé na França

O semanário satírico francês Charlie Hebdo informou ontem que trará charges caricaturando o profeta Maomé. A publicação circula às quartas-feiras. O editor do semanário, um cartunista que usa o nome de Charb, disse que as imagens "chocarão os que querem ser chocados". Para os muçulmanos, a representação do profeta é uma blasfêmia. Em 2011, a publicação teve a redação incendiada horas antes de outra edição com as caricaturas do profeta chegar às bancas. / AFP

O Estado de S.Paulo

19 de setembro de 2012 | 03h08

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.