Revogada condenação de chofer de Bin Laden

Um tribunal nos EUA revogou ontem a condenação do ex-chofer de Osama bin Laden, acusado por uma comissão militar de prover material de apoio a atividades terroristas em 2008. A corte de apelações concluiu que apoiar o terrorismo não era um crime de guerra no período em que Salim Hamdan trabalhou para Bin Laden, entre 1999 e 2001. Ele ficou detido em Guantánamo após sua captura em 2001.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.