Rice afirma que não foi advertida sobre ataques da Al-Qaeda

A secretária de Estado americana Condoleezza Rice disse não recordar quando o chefe da CIA, George Tenet, a teria advertido de um ataque da Al-Qaeda contra os Estados Unidos, dois meses antes dos atentados de 11 de setembro. As informações estão no novo livro de Bob Woodward, que traz revelações ainda não confirmadas sobre os atentados às Torres Gêmeas."Estou completamente certa de que recordaria, se algo do tipo do que está sendo anunciado fosse contado a mim sobre a possibilidade de um ataque nos Estados Unidos. A idéia de que de algum modo eu pudesse ignorar esse fato é incompreensível", disse Rice.Na época dos ataques, em 2001, Rice era Conselheira Nacional de Segurança do presidente Bush. Segundo o livro de Bob Woodward, Tenet teria advertido Rice sobre os ataques em reunião no dia 10 de julho. O agente da CIA, Cofer Black, do esquadrão antiterror também teria participado."Eu não sei o que ocorreu nesse encontro. Só estou completamente certa de que não compareci a uma reunião dessas", defende-se Condoleezza. A caminho a Arábia Saudita e outros países do Oriente Médio Rice disse à imprensa que não tem nenhuma lembrança do que é relato por Tenet em seu livro. Haviam constantes rumores de que ataques pudessem ocorrer nas fronteiras oceânicas, e isso era evidente. Apesar disso, o advogado John Ashcroft disse na última segunda-feira que teria recebido um relatório sobre um ataque aos Estados Unidos. De acordo com a Comissão do 11 de setembro, Ashcroft foi avisado em 5 de julho de 2001 sobre a iminência de "um ataque terrorista significativo". O relatório mostra que a instrução sugeria à época ameaças terroristas fora dos Estados Unidos. Woodward relatou que a reunião entre Tenet, Rice e Black seria o mais forte sinal de que a Casa Branca seria atacada pela Al-Qaeda, de Osama bin Laden e sua rede terrorista. Woodward entrevistou Rice para escrever seu livro novo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.