Rice afirma que sanções à Coréia do Norte devem servir de exemplo ao Irã

A Secretária de Estado americana Condoleezza Rice alertou nesta segunda-feira que as sanções impostas pela ONU à Coréia do Norte devem ser vistas pelo Irã como um sinal de que o país deve abandonar suas ambições nucleares, ou terá de enfrentar repreensões da comunidade internacional.Rice afirmou que a resolução tomada pelo Conselho de Segurança da ONU no sábado foi "muito forte" e deve punir e isolar o regime da Coréia do Norte."O mundo reagiu de maneira calma e firme" ao teste nuclear realizado pela Coréia do Norte na última semana, afirmou Rice.As afirmações foram feitas no Departamento de Estado Americano, antes da viagem que Rice vai realizar ao Japão, Coréia do Sul e China. O giro pelos países começa na terça-feira. "A intenção da minha viagem é recuperar o apoio de nossos aliados na região", afirmou Rice.A Secretária de Estado americana comparou o teste nuclear norte-coreano com o programa do Irã, que também está sendo analisado pelo Conselho de Segurança da ONU."O governo iraniano está assistindo, agora pode ver que a comunidade internacional vai responder ao programa" de produção de armas nucleares, afirmou Rice.Além de impor sanções ao governo da Coréia do Norte, segundo Rice, a ONU mostrou intenções de "isolar o governo" de Pyongyang, incluindo restrições comerciais e financeiras.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.