Rice chega a Seul para discutir crise nuclear

A secretária de Estado americana, Condoleezza Rice, chegou a Seul para discutir com asautoridades sul-coreanas a crise provocada pelo teste nuclear da Coréia do Norte. Rice, que chegou de Tóquio, também vai a Pequim e Moscou para discutir o modo de aplicar a resolução do Conselho de Segurança da ONU, aprovada no sábado passado, que impõe sanções ao regime dePyongyang. A chefe da diplomacia americana deve se reunir com os ministros de Relações Exteriores da Coréia do Sul, Ban Ki-moon, e do Japão, Taro Aso. A previsão é de que os três países reafirmem a necessidadede manter uma estreita cooperação para enfrentar a atual tensão e insistir com a Coréia do Norte para que não realize mais testes nuclearesque piorem a situação. Segundo a imprensa sul-coreana, Rice pedirá a Seul um maior compromisso na aplicação das sanções impostas pela ONU e sua participação na Iniciativa de Segurança contra a Proliferação dearmas de destruição em massa (PSI). Rice deve se reunir com o presidente sul-coreano, Roh Moo-hyun.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.