Rice deve visitar Japão, China e Coréia do Sul na próxima semana

A secretária de Estado dos Estados Unidos, Condoleezza Rice, planeja visitar na próxima semana Japão, China e Coréia do Sul, para conversar sobre a crise causada pelo teste nuclear realizado pela Coréia do Norte.A viagem tem como objetivo enviar uma "mensagem de firmeza" à Coréia do Norte, incentivando a cooperação entre as quatro nações, para facilitar a adoção de sanções contra Pyongyang no Conselho de Segurança das Nações Unidas.As visitas haviam sido anteriormente programadas para novembro, como parte de uma viagem asiática que incluiria a participação na reunião ministerial do Fórum de Cooperação Econômica da Ásia-Pacífico (Apec), que acontecerá em Hanói, nos dias 15 e 16 de novembro.No entanto, o teste nuclear realizado na última segunda-feira pela Coréia do Norte forçou a antecipação dos planos. Existe ainda o risco de que Pyongyang realize um segundo teste atômico nos próximos dias.Rice tem encontro previsto para a próxima terça-feira com o secretário de Estado do Japão, Taro Aso, e com o primeiro-ministro Shinzo Abe. No dia seguinte, ela deve seguir rumo a Seul e Pequim.Estados Unidos, Japão, Coréia do Sul e China integram, junto com a Coréia do Norte e a Rússia, a mesa de negociações sobre o programa nuclear de Pyongyang.Estas conversas permanecem estagnadas desde novembro, quando a Coréia do Norte se retirou em protesto contra as sanções impostas pelos Estados Unidos a uma série de bancos e entidades suspeitas de lavar dinheiro para o regime norte-coreano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.